10 Mitos sobre o Feminismo que ninguém deveria mais reproduzir


O feminismo é um movimento que tem despertado a curiosidade de cada vez mais mulheres e homens ao redor do mudo e, ainda que não seja um movimento recente, dúvidas e muitos mitos cercam o assunto. Tais mitos são ideias errôneas do feminismo e distorcem seu objetivo principal: lutar para que mulheres e homens tenham os mesmos direitos e oportunidades. Para te ajudar a entender mais sobre o tema, listamos e explicamos os comentários mais comuns sobre a luta das mulheres por igualdade de direitos.Vamos aos esclarecimentos:

1- O feminismo favorece somente as mulheres?

Não. Como já dissemos, o feminismo é um movimento que busca igualdade, ou seja, nem homens nem mulheres devem estar presos a estereótipos de gêneros. Por exemplo, a menina não precisa ser ensinada desde pequena a gostar de bonecas, tarefas domésticas e da cor rosa, assim como os meninos não precisam gostar apenas de azul, brincar com carrinhos e engolir o choro.

2- Feministas odeiam homens?

Ao contrário deste pensamento, muitas são casadas, namoram e levam uma vida normal, afinal, exigir direitos iguais não é nada absurdo.

As feministas defendem causas como salários iguais, direito de ocupar os mesmos cargos nas empresas, esposas poderem trabalhar, não sendo obrigadas a cuidar da casa e dos filhos sozinha e etc. A luta não é contra os homens mas contra a desigualdade. Inclusive, homens são muito bem vindos à causa, a ajuda deles é muito importante para que alcancemos ainda mais pessoas com o discurso de equidade.

3- Donas de casa não podem ser feministas?

De acordo com o feminismo, a mulher pode ser exatamente o que ela quiser e isso significa que ela não vai ser mais ou menos feminista se estiver fazendo as tarefas de casa. Algumas mulheres preferem dar mais atenção à casa e aos filhos, mas isso deve ser uma escolha delas, não uma imposição masculina.

4- Feministas não são vaidosas?

Para deixar claro mais uma vez: o feminismo prega a liberdade de escolha. então, segundo o movimento, mulheres podem fazer do corpo e da vida o que elas bem entenderem. Passar maquiagem, fazer depilação e usar roupas curtas, por exemplo, são questões de escolha. O importante é se sentir bem.

5- Feminismo é o “machismo” das mulheres?


De modo algum. Enquanto o machismo é o comportamento expresso por opiniões e atitudes, de alguém que recusa a igualdade de direitos e deveres entre os gêneros sexuais, favorecendo o sexo masculino, o feminismo luta por direitos iguais. São ideias completamente diferentes. Lembre-se: o feminismo luta pela igualdade.

6- Feminismo é uma espécie de ditadura?

Não. O feminismo não obrigada ninguém a nada, muito menos utiliza força e medo como forma de convencer alguém sobre seus conceitos. Feminismo não tem nada a ver com opressão, mas com liberdade.

7- Feministas não deixam o homem pagar a conta ou abrir a porta do carro?

Aceitar gentilezas também não faz uma pessoa mais ou menos feminista. A questão é não acreditar que isso é uma obrigação do homem, mas que qualquer pessoa pode fazer uma gentileza para outra, independentemente de gênero.

8- Para ser feminista é preciso ser ativista?


Apenas o fato de concordar com as ideias da causa e praticá-las já faz de alguém uma feminista. Mas, não, não é preciso estar nas ruas para provar isso.

9. Feministas são lésbicas?

Há quem afirme que as feministas são todas lésbicas. Posicionamento político e orientação sexual são coisas totalmente diferentes. O feminismo é o posicionamento político daquelas que defendem a igualdade entre homens e mulheres. Ser lésbica é apenas uma entre as orientações sexuais que uma mulher pode ter — e isso diz respeito somente a ela. Existem feministas lésbicas? Sim. Mas também existem feministas hétero, trans…

10. Feminismo é ‘mimimi’ ?


Feminismo é um assunto sério. É graças a ele que as mulheres têm reduzido, ano a ano, as desigualdades de gênero. A conquista do direito ao voto, do direito ao trabalho, a independência econômica, a participação política, o divórcio e a guarda dos filhos: tudo isso é fruto da luta feminista.

Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2017, foram registrados mais de 60 mil estupros no Brasil. A polícia estima que apenas 10% desse tipo de crime seja comunicado às autoridades. Ou seja, os números reais são bem maiores. E uma das bandeiras mais importantes do feminismo é o fim da violência contra a mulher. Entendem por que não se trata de mimimi?

Referências:

O Globo: https://oglobo.globo.com

Jovem Pan: https://www.google.com/amp/s/blog.jovempan.com.br/mulheresdapan/5-mitos-sobre-o-feminismo/amp/

Eu Sem Fronteiras: https://www.eusemfronteiras.com.br/mitos-sobre-feminismo-que-precisam-ser-desconstruidos/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s